A importância do SEO para o E-commerce

Seo Para O E-Commerce

SEO para o E-commerce

O que é Searching Engine Optimization? Como funciona o SEO para o E-commerce e os motores de busca? Quais técnicas e estratégias utilizar para vender mais? Entenda a importância!

Nos últimos anos, o crescimento do e-commerce é evidente. Com isto, o número de empreendedores interessados neste modelo de negócio também cresce cada dia mais, o que é muito bom para o mercado, para a economia e para o consumidor.  

O problema é que, muitas vezes por falta de planejamento, os lojistas deixam muitas coisas importantes para trás na hora de começar o seu negócio e uma delas é o SEO (Searching Engine Optimization) 

Abrir uma loja online sem pensar no SEO é um erro muito grande, pois de nada adianta ter um site lindo, produtos de qualidade e com um preço competitivo, se o mesmo não vai ser encontrado em mecanismos de busca, como o Google.  

Continue lendo este artigo para entender a importância do SEO para o E-commerce e o que você pode fazer para que seu site fique bem ranqueado nas buscas.

Seo Para O E-Commerce
Seo Para O E-Commerce

Como funciona o mecanismo de busca do Google? 

Antes de entender o que é o SEO, é importante saber como funciona o principal mecanismo de busca atualmente, o Google. Fundado em 1997 por Larry Page e Sergey Brin, o Google foi pensado para ser uma ferramenta de busca em larga escala, para organizar a internet para o usuário de acordo com a relevância das páginas 

Rapidamente, o Google se tornou o motor de buscas mais utilizado pelos usuários para encontrar páginas relevantes, posição que é mantida até hoje.  

Mas como o Google funciona e como se pode utilizar esta informação para aumentar o tráfego e as conversões de um e-commerce? O funcionamento do Google se divide em três fases: 

  • Rastreamento 
  • Indexação 
  • Exibição 

 

1 – Rastreamento 

Primeiramente, o Google faz o rastreamento das páginas que foram publicadas na internet. Este rastreamento é feito por robôs, chamados Googlebots, que identificam as páginas e, conforme as visitam, identificam links existentes. 

Sempre que alterações e/ou exclusões são feitas nestas páginas, as mesmas são identificadas e atualizadas pelos Googlebots 

2 – Indexação 

Após serem rastreadas, as páginas são processadas pelos Googlebots e incluídas em seu índice. Conteúdo, dados estruturados, data, descrição, região e título são indexados.  

3 – Exibição 

Quando uma consulta é feita no buscador, internamente é feita uma pesquisa de páginas que correspondem à consulta no índice do Google, que exibe os resultados mais importantes com base em centenas de fatores de ranqueamento.  

 

O que é SEO? 

Mecanismos de busca fazem o ranqueamento de páginas para que estas sejam encontradas pelo usuário de acordo com sua necessidade. Todos os dias, milhares de páginas são publicadas na internet, o que gera uma alta concorrência para aparecer nas melhores posições do Google.  

O SEO (Searching Engine Optimization) é um trabalho de otimização para estes motores de busca, no qual técnicas são utilizadas para definir o ranking de uma página, a partir da palavra-chave que foi procurada pelo usuário.  

 

Principais técnicas utilizadas no SEO 

Para ter sucesso no e-commerce, é essencial utilizar estratégias e técnicas de SEO, que ajudarão no ranqueamento do site e, por consequência, no aumento do tráfego qualificado e de conversões. São eles: 

  • Escolha da plataforma 
  • Descrição dos produtos 
  • Meta Descriptions 
  • Meta Titles 
  • Redirecionamento de URLs

 

1- Escolha da plataforma 

Para ter um bom SEO, é muito importante que a plataforma de sua escolha ofereça os meios para isto. No momento de contratar uma plataforma de e-commerce, verifique se ela é amigável para SEO.

Clique aqui para saber como escolher uma plataforma de e-commerce.

2 – Descrição dos produtos 

Algo muito comum visto no e-commerce é a duplicação de conteúdo na descrição dos produtos, mas infelizmente, as páginas que fazem isto são penalizadas em relação ao ranqueamento.  

Certifique-se de criar um conteúdo exclusivo para cada descrição de produto, e cuidado com os erros ortográficos, o Google não vai te encontrar pelo conteúdo se as palavras não estiverem corretamente escritas.

3 – Meta Descriptions

O texto resumido que é encontrado logo abaixo da URL, nos resultados em redes de pesquisa, é chamado Meta Description. 

Utilize este campo para dar mais detalhes a respeito da página em questão. Ele não é levado em consideração para o ranqueamento das páginas no Google, mas eleva consideravelmente a taxa de cliques da página.

4 – Meta Title 

O título de página mais destacado nas redes de pesquisa é chamado Meta Title:

Preencha-o de forma clara e objetiva, exatamente com o que o conteúdo da página representa, pois este é levado em consideração pelo Google para o ranqueamento e também ajuda a elevar a taxa de cliques

5 – Redirecionamento de URLs 

Quando a URL de uma página é alterada, o endereço antigo não deixa de existir, pois ele já foi rastreado pelo Google. Deve ser feito então, um redirecionamento 301, que basicamente “avisa” os motores de busca que determinado conteúdo deixou de existir na URL A e agora está na URL B 

 

Depois de ler este texto entendemos a importância do SEO para o E-commerce, uma vez que utilizar técnicas e estratégias de SEO são essenciais para que um site fique bem ranqueado nos motores de busca do Google e outros mecanismos de busca.

Também ficou claro que é necessário que a plataforma de e-commerce seja amigável para o Searching Engine Optimization, para que utilizadas técnicas básicas como edição de Meta Tags e redirecionamento de URLs.

Rolar para o topo